Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

desafioecologico

“Quando o último rio secar, a última árvore for cortada e o último peixe pescado, eles vão entender que o dinheiro não se come”. Chefe Índio - Seattle - 1855

desafioecologico

“Quando o último rio secar, a última árvore for cortada e o último peixe pescado, eles vão entender que o dinheiro não se come”. Chefe Índio - Seattle - 1855


Invocamos a Terra, nossa morada, os seus maravilhosos abismos e as suas fulgurantes alturas,
a sua vitalidade e a sua profusão viva, e todos reunidos lhe pedimos
que nos ensine e nos mostre o Caminho.


Invocamos as montanhas, as cascatas e os Olimpos, os altos vales verdejantes e os prados
cobertos de flores bravas, as neves eternas, os cumes silenciosos, e pedimos-lhes
que nos ensinem e nos mostrem o Caminho.


Invocamos as águas que cobrem a Terra de horizonte a horizonte, as águas que correm nos
nossos rios e nas nossas ribeiras, que caem nos nossos hortos e nos nossos campos, e
pedimos-lhes
que nos ensinem e nos mostrem o Caminho.


Invocamos o chão que faz crescer o nosso alimento, o solo que nos nutre, os campos férteis,
os jardins e pomares abundantes, e pedimos-lhes
que nos ensinem e nos mostrem o Caminho.


Invocamos as florestas, as grandes árvores que se arrojam poderosamente na direção do
firmamento, as suas raízes na terra e os seus ramos no céu, o pinheiro, o abeto e o cedro, e
pedimos-lhes
que nos ensinem e nos mostrem o Caminho.


Invocamos as criaturas dos campos, das florestas e dos mares, os nossos irmãos e irmãs, o
lobo e o veado, a águia e a pomba, as grandes baleias e o golfinho, a magnífica orça e o
salmão que compartilham a nossa pátria do Noroeste, e pedimos-lhes
que nos ensinem e nos mostrem o Caminho.


Invocamos todos os que viveram na Terra, os nossos antepassados e os nossos amigos, que
sonharam com o bem das gerações futuras e cujas vidas construíram as nossas vidas, e
pedimos-lhes agradecidos
que nos ensinem e nos mostrem o Caminho.


E por fim invocamos o que temos de mais sagrado, a presença e a força do Grande Espírito de
amor e de verdade que banha todo o universo... e pedimos-lhe que esteja conosco
para nos ensinar e mostrar o Caminho.

Os Chinook

Os índios Chinook eram vários grupos de tribos nativas da costa noroeste da América, que falavam o Chinookan. Esses índios americanos tradicionalmente viviam ao longo do rio Columbia no que é hoje o estado de Oregon e Washington.

Eles eram grandes pescadores e comerciantes, alimentados com os produtos do rio e do oceano e construíram suas casas de tábuas e canoas construídos de cedros vermelhos.

Muitos itens de sua roupa também eram feitos da casca de cedros. Chinook usado tatuagens para decorar suas peles e as cabeças de acordo com os costumes de seu povo e a aparência física fez com o apelido de "Flatheads" ou cabeças planas.

Os Chinooks eram pessoas amigáveis, inofensivas e naturalmente curiosas. O Chinook ergueu totens, que foram esculpidos com animais que simbolizavam seus espíritos guardiões.